Por que o meu site não vende?

Responder a pergunta do por quê meu site não vende pode muitas vezes não ser fácil. Principalmente para a maioria dos empreendedores que estão montando o seu negócio. Se este é o seu caso acredite você não está sozinho.

Neste post você entenderá os principais motivos para o seu site não lhe trazer retornos em vendas.

Junte-se a mais de 25.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

O cenário é este: você criou um site, esperou receber seus primeiros orçamentos nas primeiras semanas, mas nada aconteceu. Bom, neste post vamos considerar que você já tem um site em funcionamento, mas se ainda não tem não tem problema. Da uma conferida neste outro post 5 Passos Simples para Criar um Site de Sucesso em 2019.

Nele você entenderá tudo que precisa saber antes de contratar um serviço de criação de site ou Blog. Já neste conteúdo você aprenderá:

  • Que tipo de layout afasta o seu cliente;
  • A importância de ter um site responsivo;
  • Por que o seu site não é encontrado no Google;
  • As principais características de um site que não dá retorno.

Depois desde post você aprenderá tudo que precisa saber para começar a obter retorno com o seu site. Tempo Médio de leitura deste Post: 7 minutos. Boa leitura!

Meu site não vende por causa do meu layout?

Já parou para analisar como está o layout do seu site? Pare e analise se de fato ao visitar o seu site seu visitante perceba de imediato qual os serviços que a sua empresa presta e quais valores ela agrega. Crie uma descrição clara e adicione ao seu banner inicial. Nessa parte seja o mais específico possível.

Seu layout deve ser simples e somente destacar o que levará o seu visitante a tomar as ações necessárias. Não tente destacar vários botões de uma vez por exemplo. Também o objetivo da sua empresa precisa ser claro.

Por exemplo, ao invés de acrescentar simplesmente “Marketing Digital”, altere para “Marketing de conteúdo para pequenas empresa”. Na segunda descrição você tem clareza de qual serviço especifico sua empresa é especializada dentro do seu mercado e para qual tipo de público trabalha.

Pense como você pode utilizar essa mesma estratégia dentro do seu mercado.

Quer aprender a criar páginas de maneira simples? Conheça a Leadlovers.

A importância de ter um site responsivo

Site responsivo é o que possui um layout que se adapta a diferentes formatos de tela. Mesmo visualizando através de um computador, tablet ou celular seu conteúdo se adapta a resolução do aparelho. Hoje de acordo com a pesquisa da consultoria TNS Research International mais de 90% das pessoas pesquisam na web antes de comprar. Sendo boa parte através de aparelhos mobile.

Outra verdade é que o Google a muito tempo vem privilegiando sites com versão responsivo, devido ao critério de experiência do usuário. Caso seu potencial cliente entre e saia rapidamente do seu site é um sinal para o Google que o seu site não está oferecendo uma boa página de destino.

Hoje já é praticamente obrigação o seu site possuir uma versão mobile. este aditivo geralmente já vem incluso na maioria das propostas de criação de site e geralmente não encarece muito a proposta.

Seu site é encontrado no Google?
Seu site é encontrado no Google?

Por que o seu site não é encontrado no Google?

Essa dúvida é um pouco mais comum para quem está iniciando com seu site. Sites e domínios novos possuem pouca autoridade na web. São duas métricas iniciais que você pode verificar:

  • PA: Page authority é a autoridade que a sua página de destino representa da web em um Rank de 0 a 100;
  • DA: Domain authority é a autoridade que a sua página de destino representa da web em um Rank de 0 a 100.

Uma das ferramentas que você poderá usar para acompanhar essas duas métricas é a MozBar da Moz. Você pode utilizar a ferramenta para medir como o seu site está frente aos concorrentes. Mas, o mais importante para um empresa ser encontrada no Google é saber como trabalhar o seu conteúdo.

Pense que um cliente que busca emagrecer e começar a treinar buscará antes no Google por dicas de dietas por exemplo, ou dicas de exercícios que pode executar em casa antes de pesquisar por academias ou suplementações por exemplo.

O importante é você saber quais dicas agregam valor no dia a dia do seu público alvo, criar e divulgar conteúdos relacionados a tais “dores”, assim o seu potencial cliente seguirá a sua marca pelo gatilho de “reciprocidade” e tenderá a comprar de você quando ofertar um produto ou serviço relacionado a esse nicho de mercado.

Procure entender os princípios do marketing de conteúdo e saber como aplicar estratégias voltadas ao seu segmento de mercado.

Quer saber como divulgar o site da sua empresa? Leia também: Como divulgar o site da minha empresa?

As principais características de um site que não dá retorno

Fazendo uma análise empresaria de um site e não somente da questão do design podemos levantar algumas característica de um site que não dá retorno (lucro). Vamos listar cada uma delas e comentar:

  • Proposta de valor principal ou objetivo não claro: O objetivo do seu site está claro ao seus visitantes? Algumas fontes também chamam de “objetivo mestre”. Falamos sobre isso no tópico de layout, seu visitante deve ter clareza de como seus serviços podem agregar valor a ele de cara para que ele não saia do seu site rapidamente;
  • Design muito genérico ou não trabalhado: O Design de um site tem poder de transmitir confiança para o seu visitante, verifique ou peça a análise de uma agência de marketing digital para averiguar se a sua comunicação não está muito genérica ou desatualizada para o seu mercado;
  • Layout e botões que não funcionam: Em alguns casos falhas no próprio layout do site são claramente visíveis. Códigos aparecem onde não deveriam aparecer e botões com links “quebrados”. Palavras que ainda estão sem tradução, em inglês. Antes de publicar o site todos os testes devem ser realizados, essa é uma etapa muito importante que não pode ser negligenciada;
  • Não fazer marketing de conteúdo: Centenas de sites ainda não fazem trabalho de marketing de conteúdo para melhorar seus textos e calls-to-action (chamadas para ação). Aqui também ressaltamos que por vezes nem blog o site possui. Como já dissemos antes marketing de conteúdo é de extrema importância para rankear bem o seu site no Google e atrair tráfego das redes sociais.
  • Sem inserções de calls-to-action: Outro erro muito comum e a não inserção de calls-to-action, ou seja, não há elementos no site que forcem a tomada de ação do cliente. Seja para direcionar a página de contato, baixar um e-book ou preencher algum formulário o seu site precisa ser “dinâmico” e oferecer grandes entregas ao decorrer do seu conteúdo.

Se você está iniciando com vendas na internet leia também: Primeiros passos para vender na internet.

Conclusão

Há muitas características que podem impedir o seu site de gerar vendas. Foque nos pilares apresentados aqui e começa a construí-los. Você não precisa fazer tudo de uma vez. Pode adaptar o seu site aos poucos, o importante é construir uma base de aquisição permanente de clientes para o seu site.

Temos certeza que com essas dicas você começará a realizar as primeiras vendas com o seu site!

Sobre o autor

Deixar um comentário